Campanha de Intensificação da busca ativa de casos de tuberculose tem início em Pereira Barreto

Compartilhe:

Até o dia 25 deste mês, todas as UBS do município estarão realizando a campanha.

A Prefeitura da Estância Turística de Pereira Barreto deu início nesta segunda-feira (11) à Campanha de Intensificação da busca ativa de casos de Tuberculose no município. A campanha será realizada até o dia 25 deste mês em todas as unidades básicas de saúde do município. A campanha tem por objetivo notificar possíveis ocorrências desta doença.

No dia 24, é celebrado o Dia Nacional de Luta Contra a Tuberculose. A campanha visa identificar precocemente os casos de tuberculose bacilíferos, interrompendo assim a cadeia de transmissão da doença.

A tuberculose é uma doença causada por uma bactéria, chamado bacilo de Koch, que ataca principalmente os pulmões, mas também pode ocorrer em outros órgãos ou sistemas do corpo, como ossos, rins e pleura, membrana que envolve os pulmões. A tuberculose é transmitida de uma pessoa para outra. Ao respirar, tossir ou falar, o doente com tuberculose nos pulmões espalha no ar as bactérias que podem ser aspiradas por outras pessoas. Compartilhar talheres, copos, toalhas ou banheiros não transmite a tuberculose. Beijos e abraços também não.

Quem tem tosse por mais de três semanas, acompanhada, ou não, de febre no fim do dia, suor noturno, falta de apetite, perda de peso, cansaço ou dor no peito, pode ter tuberculose. Nesses casos, há a necessidade de procurar uma unidade de saúde para avaliação e realização de exames complementares para diagnóstico da doença.

Na maior parte das vezes o organismo resiste e a pessoa não fica doente. Às vezes, mesmo que o organismo resista no momento, o bactéria fica “guardada” e a pessoa pode adoecer anos mais tarde, se estiver enfraquecida ou desgastada pelo alcoolismo, aids, diabetes, câncer e outras doenças. Os idosos também têm uma chance maior de adoecer. Apenas um pequeno grupo de pessoas pode ter a doença logo após o contato com o bacilo. E quando isto acontece, em geral, são pessoas debilitadas, crianças e idosos.

Manter ambientes ventilados e com entrada de luz solar são alguns cuidados que ajudam a prevenção. A vacina BCG, recomendada para menores de cinco anos, protege as crianças contra as formas mais graves da doença, como a tuberculose miliar e a meníngea. O diagnóstico precoce é uma forma de prevenção, pois com o tratamento a pessoa com a tuberculose deixa de transmitir a doença.

Após o diagnóstico em uma UBS, o tratamento deve ser feito o quanto antes, por um período mínimo de seis meses, todos os dias e sem nenhuma interrupção, mesmo com o desaparecimento dos sintomas, o tratamento só termina quando o profissional de saúde confirmar a cura por meio de exames. Qualquer UBS pode diagnosticar a tuberculose.

Todo paciente com tuberculose pode ser curado, desde que siga corretamente as orientações do médico e dos demais profissionais de saúde responsáveis pelo acompanhamento. Se uma pessoa com TB não se tratar adequadamente a sua probabilidade de morrer é grande. E quando o paciente com tuberculose abandona por conta própria o tratamento, isto possibilita o surgimento de bacilos de Koch resistentes aos remédios usados para tratar a doença, dificultando o tratamento e podendo levar à morte ainda mais facilmente.

  • 132
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *