Prefeitura divulga casos de Dengue registrados em 2020

Compartilhe:

Embora os números não sejam alarmantes, a Administração municipal pede que a população continue fazendo sua parte na eliminação do mosquito.

A Prefeitura da Estância Turística de Pereira Barreto através da Secretaria de Saúde do município, atualizou os dados referentes aos casos de Dengue. Embora Pereira Barreto esteja em uma situação confortável em relação aos casos da doença, isso por questão a ajuda da população nas ações realizadas pela Prefeitura no combate ao mosquito Aedes Aegypti, transmissor da doença, e que também é responsável pela transmissão das febres Zika e chikungunya, a administração municipal pede a todos os munícipes que continuem realizando as ações, como por exemplo limpeza dos quintais e de terrenos sem edificações que pode conter objeto que acumule água.

Por sua vez, a Prefeitura mostrando toda sua transparência em relação à saúde municipal, realizou mais uma atualização nos dados referentes aos casos de dengue confirmados no município. Neste último levantamento realizado esta semana, até o momento durante esse ano, Pereira Barreto confirmou 5 casos da doença e tem outros 9 aguardando os resultados.

A Administração continua com ações através da Secretaria de Saúde e pede para que a população continue fazendo sua parte para que não tenhamos números alarmantes de casos da doença no município. A Equipe Municipal de Saúde tem realizado todo o trabalho de campo e as orientações necessárias no combate aos focos criadouros do mosquito.

A dengue é uma doença infecciosa causada por um arbovírus, que ocorre principalmente em áreas tropicais e subtropicais do mundo, inclusive no Brasil. As epidemias geralmente ocorrem no verão, durante ou imediatamente após períodos chuvosos, tornando a nossa região um local de risco para a população em relação a essa doença. Quando surgem, os sintomas costumam evoluir em obediência a três formas clínicas: dengue clássica, forma benigna, similar à gripe; dengue hemorrágica, mais grave, caracterizada por alterações da coagulação sanguínea. A dengue clássica nos adultos, a primeira manifestação é a febre alta (39º a 40º), de início repentino, associada à dor de cabeça, prostração, dores musculares, nas juntas, atrás dos olhos, vermelhidão no corpo e coceira. Num período de 3 a 7 dias, a temperatura começa a cair e os sintomas geralmente regridem, mas pode persistir um quadro de prostração e fraqueza durante algumas semanas.

Caso os sintomas citados forem detectados, o munícipe deve procurar imediatamente sua UBS para que seja realizado os exames. A melhor maneira de combater a Dengue é eliminando o mosquito transmissor, continue fazendo sua parte.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *