População já pode fazer registro de interesse em moradias do Programa Nossa Casa

Compartilhe:

Prefeito Joãozinho anunciou na última semana a construção de 187 casas em Pereira Barreto através do novo programa do Governo do Estado de São Paulo.

A Prefeitura da Estância Turística de Pereira Barreto informa que a população já pode realizar o registro de interesse para o Programa Nossa Casa, programa anunciado pelo Prefeito Joãozinho na última semana e que visa à construção de imóveis populares. Ao todo, serão construídas 187 casas populares em um terreno de propriedade da municipalidade, localizado na Avenida Humberto Liedtke, próximo a Creche Rose Fachini.

O registro de interesse em adquirir uma das casas é realizado somente pelo site do programa. O procedimento é totalmente gratuito e os interessados devem acessar exclusivamente o seguinte link para dar andamento à sua solicitação: www.nossacasa.sp.gov.br.

No site, clique na aba “Famílias” e, posteriormente, no primeiro item: “Registro de Interesse”. Caso não possua usuário e senha, clique em “Primeiro Acesso” e informe o CPF, e-mail para cadastro e confirme o e-mail. Ao clicar em enviar, o programa encaminhará uma mensagem ao e-mail do interessado, para confirmação e ativação da conta.

Nesta mesma mensagem, clique no campo destacado “ATIVE AQUI”, sendo direcionado para a finalização do cadastro, mediante a informação de outros dados, entre eles: município onde reside, renda familiar, telefone celular e senha. Além disso, é necessário declarar que as informações fornecidas são verdadeiras, através de um clique no último campo disponível. Após a finalização do cadastro, os interessados devem aguardar o contato do programa para o andamento desta solicitação.

De acordo com o Secretário Estadual de Habitação, Flávio Amary, os imóveis devem ficar prontos até 2022: “é um programa inovador, que utiliza terrenos disponíveis das prefeituras para agilizar o processo em um prazo mais curto e com custos mais baixos”, ressaltou o secretário.

A incorporadora que oferecer o maior número de unidades pelo menor preço vence a licitação. Os imóveis poderão ser financiados pela Caixa Econômica Federal, utilizando o FGTS e o programa Minha Casa Minha Vida.

O Programa Nossa Casa visa reduzir o déficit habitacional por meio do atendimento às famílias com renda de até três salários mínimos e para aquelas que recebem auxílio moradia. Esse segmento é a prioridade do governo estadual e para ele o programa proporcionará uma nova alternativa.

O programa vai oferecer habitações a preços sociais, ou seja, com valores reduzidos em relação ao mercado, além de dar subsídios que podem chegar a R$ 40 mil para famílias com renda de até três salários mínimos (R$ 2.994,00). Famílias com renda entre três e cinco salários (R$ 5.817,75) também poderão adquirir seus imóveis com subsídios no valor de R$10 mil.

As famílias de baixa renda receberão subsídios de até R$ 40 mil da Agência Casa Paulista da Secretaria de Habitação. Os preços sociais que devem ser praticados vão de R$ 100 a R$ 130 mil por unidade.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *