Secretaria Municipal de Assistência Social estão orientando pais e responsáveis em relação à ansiedade em crianças em tempos de pandemia

Compartilhe:

Orientação foi feita pelos profissionais do Programa Criança Feliz.

A Secretaria Municipal de Assistência Social, através dos profissionais do Programa Criança Feliz, estão orientando pais e responsáveis por bebês e crianças quanto aos cuidados durante a pandemia do Covid-19, o novo coronavírus. A equipe do Programa encaminhou as famílias, dicas de como lidar com a ansiedade das crianças neste período de pandemia. Maiores informações sobre o Programa Criança Feliz, entre em contato pelo telefone (18) 3704-3110 ou pelo WhatsApp (18 ) 99725-8457.

O Programa Criança Feliz foi instituído por meio do Decreto nº 8.869, de 5 de outubro de 2016, e alterado pelo Decreto nº 9.579, de 22 de novembro de 2018, de caráter intersetorial e com a finalidade de promover o desenvolvimento integral das crianças na primeira infância, considerando sua família e seu contexto de vida.

O Programa Criança Feliz tem como objetivos:

– Promover o desenvolvimento humano a partir do apoio e do acompanhamento do desenvolvimento infantil integral na primeira infância;

– Apoiar a gestante e a família na preparação para o nascimento e nos cuidados perinatais;

– Colaborar no exercício da parentalidade, fortalecendo os vínculos e o papel das famílias para o desempenho da função de cuidado, proteção e educação de crianças na faixa etária de até seis anos de idade;

– Mediar o acesso da gestante, das crianças na primeira infância e das suas famílias às políticas e serviços públicos de que necessitem;

– Integrar, ampliar e fortalecer ações de políticas públicas voltadas para as gestantes, crianças na primeira infância e suas famílias.

O Criança Feliz tem como público prioritário:

– gestantes, crianças de até 3 (três) anos e suas famílias inseridas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal – CADÚnico;

– crianças de até 6 (seis) anos e suas famílias beneficiárias do BPC – Benefício de Prestação Continuada;

– crianças de até 6 (seis) anos afastadas do convívio familiar em razão da aplicação de medida protetiva prevista no Estatuto da Criança e do Adolescente.

A principal ação do Programa Criança Feliz é a realização de visitas domiciliares. As visitas são ações desenvolvidas pelos visitadores na residência da família incluída no programa. Elas representam uma estratégia de aproximação dos serviços com a família atendida e, por isso, favorecem um reconhecimento mais preciso das características, potencialidades e necessidades de cada contexto, resultando em propostas de intervenção singulares, pertinentes a cada realidade. Por conta da pandemia, as visitas domiciliares estão suspensas, e os atendimentos estão sendo realizados de maneira remota, por meio de ligações e mensagens.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *