CRAS altera protocolos de atendimentos para garantir manutenção dos serviços

Compartilhe:

Servidores da unidade de atendimento segue todos as recomendações em época de pandemia para garantir atendimento a todos.

Em tempos de pandemia e isolamento social existem alguns serviços que não podem parar. São indispensáveis ao atendimento das necessidades da comunidade, e que, se não atendidos, colocam em perigo a sobrevivência da população. Alguns exemplos logo surgem à mente como a saúde e a segurança pública. Porém, existem outras atividades consideradas essenciais e o Governo Federal determinou, por meio de decreto.

O objetivo de ter as atividades essenciais determinadas por decreto é impedir que uma eventual paralisação dos serviços prejudique a aquisição de bens e de insumos destinados ao enfrentamento do Covid-19, o novo coronavírus. As medidas adotadas têm como propósito a garantia e a continuidade de serviços indispensáveis à população. Ao serem classificados como essenciais, as atividades e serviços podem continuar em operação mesmo durante restrição ou quarentena em razão do vírus.

A Secretaria de Assistência Social de Pereira Barreto não tem medido esforços para dar continuidades as ofertas de atendimento à população em estado de vulnerabilidade, e através do equipamento de proteção social básica CRAS (Centro de Referência da Assistência Social) que, durante a pandemia, tem realizado ações de prevenção e cuidados para combate ao COVID-19, atendimentos como benefícios eventuais de alimentação, atendimentos presenciais na unidade e remotos, atividades remotas aos grupos coletivos para manter os vínculos de convivência já estabelecidos com as famílias que frequentavam presencialmente a unidade.

O CRAS está classificado como serviço essencial desde o início da pandemia em Março, seguindo todas as normas de cuidados e proteção ao COVID-19, as equipe utilizando os EPI’s, reorganizou os atendimentos com distanciamento, tem disponível álcool em gel e colocou tenda para garantir acomodação com segurança e em ambiente arejado.

Já foram realizados, do início da pandemia até o momento, um fluxo de intervenções socioassistencias para 1.382 famílias, sendo: atendimentos particularizados presencial e remoto, concessão de benefício eventual (cestas básicas), orientações sobre auxílio emergencial, visita domiciliar, atividades coletiva à distancia pelo WhatsApp, ações de orientações para prevenção e cuidados ao Covid-19.

A Secretaria Municipal de Assistência Social informa à população que o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), está atendendo via telefone pelos números: (18)3704-4853 e (18) 99647-4597 (WhatsApp).

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *