Ações de combate a dengue estão sendo realizadas em Pereira Barreto

Compartilhe:

Prefeitura Municipal está intensificando durante o mês de Dezembro as ações de combate a dengue.

A Prefeitura da Estância Turística de Pereira Barreto, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, está realizando diversas ações neste mês de Dezembro voltadas ao combate à dengue no município. Nesta terça-feira (5), as equipes da Secretaria Municipal de Saúde estão realizando visitas às residências, no intuito de combater o avanço dos criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como dengue, zika vírus,febre amarela e a chikungunya. Os profissionais têm desempenhado medidas preventivas como orientação, inspeções nos terrenos baldios e quintais de residências estão sendo feitas.

No entanto, a participação e trabalho da população são fundamentais para evitar o aumento de novos casos de dengue em Pereira Barreto. A Prefeitura Municipal informa que é de extrema importância que a população descarte o lixo corretamente na coleta seletiva, e reforça que nos próximos dias, a equipe de saúde estará das 7h às 13h, realizando as ações de combate ao mosquito em seu bairro.

A dengue é uma doença infecciosa causada por um arbovírus, que ocorre principalmente em áreas tropicais e subtropicais do mundo, inclusive no Brasil. As epidemias geralmente ocorrem no verão, durante ou imediatamente após períodos chuvosos, tornando a nossa região um local de risco para a população em relação a essa doença. A infecção pelo vírus, transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti. Não há transmissão pelo contato de um doente ou suas secreções com uma pessoa sadia, nem fontes de água ou alimento.

Quando surgem, os sintomas costumam evoluir em obediência a três formas clínicas: dengue clássica, forma benigna, similar à gripe; dengue hemorrágica, mais grave, caracterizada por alterações da coagulação sanguínea. A dengue clássica nos adultos, a primeira manifestação é a febre alta (39º a 40º), de início repentino, associada à dor de cabeça, prostração, dores musculares, nas juntas, atrás dos olhos, vermelhidão no corpo e coceira. Num período de 3 a 7 dias, a temperatura começa a cair e os sintomas geralmente regridem, mas pode persistir um quadro de prostração e fraqueza durante algumas semanas.

A melhor forma de se evitar a dengue é combater os focos de acúmulo de água, locais propícios para a criação do mosquito transmissor da doença. Para isso, é importante não acumular água em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasinhos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas d´água, calhas, tambores, latões, cisternas, sacos plásticos e lixeiras, entre outros.  

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *