Professores da Rede Municipal de Educação participaram de mais uma oficina de formação

Compartilhe:

Intitulada de “Oficina do Ser”, curso envolve os professores efetivos da Rede Municipal de Ensino.

A Prefeitura da Estância Turística de Pereira Barreto, através da Secretaria Municipal de Educação, continua realizando uma oficina voltada aos professores efetivos da Rede Municipal de Ensino. O programa “Oficina do Ser: Saúde Integral dos Professores” tem como tema “Cuidando dos Cuidadores”, que está se concentrando principalmente nas áreas da psicologia, educação e saúde.

Dando prosseguimento ao Curso de Formação Continuada, os professores efetivos da Rede Municipal de Pereira Barreto participaram no último sábado (13), de mais uma aula com ênfase na promoção da autoestima ministrada pela especialista em Psicologia e Saúde, a Educadora Sexual Mônica Kaimen.

Os professores foram acolhidos no auditório da EMEB “Com. Hirayuki Enomoto”, onde participaram desta etapa do curso, voltada para o fortalecimento da autoestima, visando uma melhor qualidade de vida pessoal e profissional, instrumento indispensável à melhoria da proficiência no exercício da função de educador. A oficina tem por objetivo proporcionar aos profissionais conhecimentos voltados para saúde biopsicossocial com teorias científicas das áreas de saúde, psicologia e educação, proporcionando prevenção e intervenção ao adoecimento e uma qualidade de vida pessoal e profissional, instrumentalizando assim para uma melhor proficiência no exercício da função de educador.

O conteúdo programático envolvem dez encontros, onde já foram realizados dois novos. Vale ressaltar que a Prefeitura Municipal, através do Prefeito Joãozinho e da Secretária de Educação Maria José Carneiro, agradece a cada um desses profissionais incansáveis que se preocupam com a qualidade de ensino oferecida na rede municipal a todas as crianças que fazem parte da mesma, participando e aprimorando cada dia mais seus conhecimentos.

O programa “Oficina do Ser” apresenta uma série de conteúdos e intervenções voltados para a promoção à saúde integral dos professores com ênfase no acolhimento e cuidado daquele que cuida e educa. Sempre é ofertado aos profissionais capacitações e formações continuadas voltadas para instrumentalização do exercício da educação e construção de conhecimento ao aluno, que é de fundamental importância e necessidade.

O objetivo geral da oficina é proporcionar aos profissionais conhecimentos voltados para saúde biopsicossocial com teorias científicas das áreas de saúde, psicologia e educação, proporcionando prevenção e intervenção ao adoecimento e uma qualidade de vida pessoal e profissional, instrumentalizando assim para uma melhor proficiência no exercício da função de educador.

Os temas dos oito encontros restantes serão:

– Contribuições da Psicanálise para a Saúde Integral do Indivíduo II;

– Contribuições da TCC (Terapia Cognitivo Comportamental);

– A Relação Família e Escola: Desafios e Perspectivas;

– O Prazer/Vida/Autovalor na Prevenção dos Relacionamentos Abusivos e Motivação/Autoestima dos Educadores;

– Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho e Qualidade de Vida;

– Psicopatologia e Saúde Mental;

– Saúde Mental e Fatores Psicossociais de Risco no Trabalho I;

– Saúde Mental e Fatores Psicossociais de Risco no Trabalho II.

O que este projeto propõe é uma instrumentalização diferenciada no que diz respeito à psicoeducação, o olhar voltado para o professor enquanto protagonista e seu olhar para si mesmo. Tem como prioridade não somente a competência e performance profissional como o bem-estar consigo mesmo, aquele que precisa ser cuidado e estar em plena saúde biopsicossocial para exercer seu papel e compromisso.

A educação sempre teve o foco na aprendizagem que é seu instrumento de trabalho prioritário, no entanto, devido a diversas questões que têm assolado a sociedade e às famílias, é notório o foco na questão psíquica, afetiva e emocional. É sabido o número de adoecimento devido às diversas complicações apresentadas ao exercício da profissão, é de extrema necessidade ofertar aos mesmos uma formação integral que proporcione instrumentos de autoconhecimento e prevenção a esse adoecimento.

  • 11
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *